quarta-feira, 25 de maio de 2011

Brasão Paulista feito em Portugal

Trago hoje uma peça que eu considero muito especial. Já apresentei aos leitores do blog algumas versões do Brasão de São Paulo na forma de distintivos de lapela. A que eu apresento abaixo é claramente uma versão artesanal do Brasão, porém com diferenças marcantes no seu desenho.

Photobucket

Com alguma boa vontade é possível identificar o PRO SÃO PAULO FIANT EXIMIA abaixo.

Photobucket

O detalhe realmente interessante desta peça está na parte de trás: Duas punções do prateiro no feixo - marcas que identificam a prata, o fabricante e a época de fabricação, e que trouxeram à tona a "identidade da peça".

Uma das marcas traz a cabeça de javali com os algarismos romanos II na parte de baixo. Essa marca indica a prata .833 e a fabricação em Portugal na cidade de Gondomar no período entre 1913 e 1938, ou seja, datas que compreeendem o período que os líderes da Revolução de 1932 estiveram no exílio naquele país - o que explicaria a existência da peça e as suas características únicas, afinal os exilados provavelmente partiram sem um desenho do brasão em sua bagagem e encomendaram a peça a um ourives que a executou de acordo com as instruções que recebeu. Caso alguém tenha alguma outra suposição ou comentário...será muito bem vindo!

Agradeço ao meu amigo Mario de Carvalho pela colaboração nesta pesquisa a respeito da punção do prateiro.

Photobucket

Ainda que a foto não esteja muito nítida (a marca é microscópica) é possível identificar a marca da peça no diagrama abaixo.

Photobucket

Photobucket

Um comentário:

  1. Talvez o distintivo mais raro que o sr. já apresentou. Uma beleza.

    ResponderExcluir