quinta-feira, 28 de julho de 2011

Bandeiras paulistas sem o mapa do Brasil

Durante a revolução inúmeras variações da Bandeira Paulista foram usadas. Abaixo vemos uma sequência de objetos que trazem a bandeira sem o mapa do Brasil - variações raras e que apresentavam apenas símbolos paulistas.

Photobucket

Photobucket

O mapa do estado aparece no lugar no mapa do Brasil.

Photobucket

Photobucket

Uma versão com o brasão recém criado.

Photobucket

Photobucket

Circulada logo após a revolução, esta alegoria com o célebre poema de Guilherme de Almeida traz de forma sutil uma bandeira sem o mapa brasileiro.

Photobucket

Photobucket

6 comentários:

  1. Belo registro, Ricardo!

    Acho interessante o que não e comenta: pelo que dizem na Academia Campinense de Letras (Campinas-SP), da terra de Guilherme de Almeida, ele, autor, não concordava com esse título que ganhou fama de sua poesia "Nossa Bandeira". Argumentava que "Nossa Bandeira é a Bandeira do Brasil" e o nome correto seria "Bandeira das Treze Listas".
    A poetisa Arita Damasceno Petená, que conheceu o poeta, recorda o fato.

    Enfim, Salve as Treze Listas!
    Abraço e parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Marcus,
    Também já li esta passagem em algum lugar, porém tenho uma foto do Guilherme de Almeida em sua casa em que este quadro "Nossa Bandeira" aparece pendurado na parede.
    Seja como for, vou contigo: Salve as Treze Listas!
    Abraço,

    ResponderExcluir
  3. Fica a dica:

    http://www.multicultura.com.br/video/610

    Pena que Pedro de Toledo e Armando Salles Oliveira nem são citados. E Julio Prestes é apenas citado.

    Aos que puderem, assistam todo o filme, antes de ficarem enfurecidos com as controvérsias do início.

    Ótimo blog esse.

    ResponderExcluir
  4. Em minha humilde opinião o primeiro modelo trazido aqui pelo blog( que acesso quase diariamente atrás de atualizações e posts antigos que não li ainda) chega a ser mais bela que a nossa bandeira atual.
    Parabéns pelo blog, continue sempre trazendo a história e cultura Paulista a essa geração que a desconhece.
    Feliz 9 de julho!

    ResponderExcluir