sexta-feira, 2 de março de 2012

Força Expedicionária Brasileira

No ano passado postei uma pequena matéria sobre a FEB - Força Expedicionária Brasileira enviada para a Itália durante a 2a Guerra Mundial, mas por um problema técnico o post acabou saindo do histórico do blog. Resgato então estas imagens que ficam como uma singela homenagem aos brasileiros que cumpriram seu dever na Europa em 1944-45.

Photobucket

Photobucket

A famosa foto de um pracinha brasileiro montando guarda em um campo de prisioneiros alemães.

Photobucket

Abaixo uma excelente coleção de medalhas e insígnias da FEB, do acervo particular de um amigo meu.
As medalhas da esquerda para direita são: Cruz de Combate 1a Classe; Cruz de Combate 2a Classe; Medalha Sangue do Brasil; Medalha da Campanha na Itália; Medalha de Guerra e Medalha de 30 anos de Serviço.

Photobucket

A famosa cobra fumando, símbolo da Campanha da Itália.

Photobucket

Para saber mais sobre a FEB, recomendo o Museu Virtual da FEB do Major Julio Zary.

4 comentários:

  1. Ate isso voce consegue conservar nas memorias dos brasileiros,tambem estudo o assunto,tenho ate capacetes m1 (usados pela FEB,modelo americano,que ainda permanecem em serviço em diverssas unidades do EB).Parabens Ricardo sou seu grande fã.

    ResponderExcluir
  2. Carlos Vasconcelos2 de março de 2012 12:01

    Caro Ricardo:

    Belíssima matéria!

    Importante registrar que a FEB, ainda que vitoriosa e heróica, foi, infelizmente, desmantelada pela ditadura do Estado Novo, uma vez que os "pracinhas" representavam a luta Brasileira pela democracia contra o totalitarismo.

    A ditadura do Estado Novo tratou de quase "marginalizar" os FEBianos.

    Importante fazer justiça, como se faz neste blog, àqueles bravos heróis que mataram e morreram em nome do Brasil pela democracia.

    ResponderExcluir
  3. Ola Ricardo
    Hoge mesmo eu estava lendo sobre este confrito
    que envolveu o mundo.
    PARABENS PELA MATERIA
    Gonçalo

    ResponderExcluir
  4. Ricardo, parabéns! Ainda temos prova viva da Segunda Guerra... Meu querido tio. E também temos o privilégio de ver ele contando tudo que passou. Sem contar as Medalhas e as Honras.

    ResponderExcluir