quarta-feira, 18 de julho de 2012

Medalhas da Força Expedicionária Brasileira

Mais um pouco sobre a Força Expedicionária Brasileira: A Medalha de Campanha, instituída pelo Decreto-lei 6.795, de 17 de agosto de 1944 e destinada aos militares da ativa, da reserva e assemelhados que participaram de operações de guerra, sem nota desabonadora poderia também ser conferida e militares dos Exércitos de nações amigas e aliadas que tenham tomada parte em campanha, incorporados às nossas Forças. Abaixo um belo exemplar desta medalha.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Um alfinete esmaltado trazendo as cores da medalha, bastante usado por veteranos da Campanha da Itália. É interessante notar que estas cores foram originalmente empregadas na Medalha de Bravura da Guerra do Paraguai.

Photobucket

Instituída pelo Decreto-lei 6.795, de 17 de agosto de 1944 a Medalha de Guerra era destinada, a premiar os oficiais da ativa, da reserva e reformados, e civis que tenham prestado serviços relevantes, de qualquer natureza, referentes ao esforço de guerra, preparo de tropa ou desempenho de missões especiais confiadas pelo governo dentro ou fora do pais, e também as Unidades e Subunidades (destacadas) que tenham tido, no mínimo, quatro meses de serviço efetivo de defesa do litoral e arquipélago de Fernando de Noronha. O exemplar abaixo apresenta uma bonita oxidação avermelhada no metal dourado.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Um distintivo esmaltado com a famosa cobra fumando, símbolo da FEB.

Photobucket

Um comentário:

  1. Parabéns a todos aqueles que foram para a guerra,e tambem a todos aqueles que ficaram no Brasil mas preparados para irem também,parabéns a todos vocês!

    ResponderExcluir