segunda-feira, 1 de abril de 2013

Canil da Polícia Militar do Estado de São Paulo

Dando sequência a série de matérias sobre o Batalhão de Operações Especiais da PM, trago hoje um pouco da história e das atividades desenvolvidas pelo Canil da Polícia Militar do Estado de São Paulo, 3a Cia do 4o BPChq. Tenho certeza que os leitores do blog vão gostar das imagens e da história do Canil. Aproveito também para agradecer a todos os policiais que lá trabalham e que nos receberam com muito entusiasmo, não medindo esforços para nos mostrar tanto em tão pouco tempo.

Os primeiros relatos de emprego de cães no policiamento urbano em São Paulo datam de 1912 pela antiga Guarda Cívica. No entanto foi quatro décadas depois em 1950 que o Capitão Djanir Caldas trouxe da Argentina técnicas da Cinotecnia - e inicialmente com quatro cães da raça Pastor Alemão (dois deles vindos da Argentina), o Canil da Força Pública iniciava suas atividades em 15 de setembro de 1950.

Em 1957, o ainda embrionário canil teve sua existência ameaçada quando o então Governador Jânio da Silva Quadros disparou um de seus famosos bilhetinhos: "Faça os cães trabalharem ou extinguirei a matilha". Foi neste contexto que no mesmo ano de 1957 uma criança de quatro anos foi sequestrada, fato que obteve enorme repercussão na imprensa. Após longas buscas pela região onde o crime ocorreu, o cão Dick do Canil da FPSP conduzido pelo Soldado Muniz encontrou Eduardinho, como era chamado por seus pais, com vida em um buraco na Serra da Cantareira. Após o resgate da criança e a captura dos sequestradores, o Canil da Força Pública passou a ser elogiado pela sociedade e recebeu investimentos em sua infra estrutura - culminando no que é hoje o Canil Central da Polícia Militar.

Abaixo vemos uma pintura retratando o Soldado Muniz, o menino Eduardinho e o cão Dick que recebeu a patente simbólica de Cabo.

 photo CAN001_zpsea18a315.jpg

 photo CAN002_zps35c619b4.jpg

Atualmente a 3a Cia/Canil conta com um efetivo de 156 Policiais Militares, 84 cães e 7 filhotes. Sediado na Serra da Cantareira, no bairro do Tremembé, na zona norte da Capital - o espaço é ideal para os cães: São 42.683 m² de ampla área verde, o que permite aos cães se sentirem livres em um ambiente similar a um sítio, em plena metrópole paulistana.

As principais missões realizadas pelo canil são:
- Operações contra o crime organizado, atuando isoladamente ou em apoio a outras unidades de Choque;
- Controle de distúrbios civis;
- Detecção de explosivos e entorpecentes;
- Policiamento com cães em eventos esportivos;
- Busca e localização de marginais foragidos em mata;
- Busca e resgate de pessoas perdidas em mata;
- Revistas em estabelecimentos prisionais;
- Segurança de autoridades.

O policial ao ser classificado na 3a Cia/Canil realiza um curso de Cinotecnia com aulas teóricas e técnicas em veterinária, cinotecnia e adestramento. Já para trabalhar com cães farejadores o policial realiza um estágio denominado EEP habilitando-o a realizar este tipo de serviço. Nas imagens abaixo vemos algumas exibições recreativas organizadas pelo Canil, como a transposição de obstáculos e a obediência aos comandos do condutor.

 photo CAN003_zpse11aabe8.jpg

Na sobreposição de imagens vemos a agilidade e a tranquilidade com que o cão Quick ultrapassa o arco de fogo.

 photo CAN004_zps76760b7a.jpg

A cadela Cindy em prova de obediência.

 photo CAN005_zps60c69037.jpg

A excelência do trabalho realizado pelo Canil da Polícia Militar já rendeu centenas de troféus obtidos nas mais diversas competições ao longo de 63 anos. Infelizmente na atualidade o Canil da PM não está mais participando de eventos do gênero, o que pode comprometer o aprimoramento e desenvolvimento de alguns aspectos a longo prazo.

 photo CAN006_zps976d4097.jpg

Nas duas imagens a seguir vemos o cão Brown, conduzido pelo Soldado PM Caio Augusto, localizando com rapidez impressionante um explosivo previamente escondido na roda de um dos muitos carros estacionados no local.

 photo CAN007_zpsbc61aa81.jpg

A postura de Brown indica que algo ali está errado, mas como pode ser algo perigoso o cão não se move.

 photo CAN008_zpsfc64074b.jpg

Os cães tem um olfato capaz de detectar entorpecentes em quantidades mínimas, escondidos locais de difícil acesso como atrás de painéis ou dentro das portas de um veículo. Na imagem abaixo os cães Hero e Guido conduzidos pelos Soldados Monteiro e Bueno fazem buscas a entorpecentes, localizando-os rapidamente entre diversas mochilas.

O treinamento de faro para os cães se dá de forma absolutamente segura para o animal - que em hipótese alguma tem contato direto com a droga, ao contrário do que afirmam alguns desinformados. São anos de treinamento, mas depois de devidamente treinado a indicação do animal é infalível, segundo os policiais.

 photo CAN009_zpsdbf87c40.jpg

 photo CAN010_zps50671034.jpg

 photo DSC09807_zpsc4f6851d.jpg

Atualmente o Canil vem sendo bastante empregado em operações de presença e de saturação realizadas pela Polícia Militar. Na sequência a seguir vemos o momento da abordagem policial a um veículo suspeito por uma equipe usando o cão. Na simulação um dos suspeitos tenta a fuga, sendo imediatamente imobilizado pelo cão. Assisitir a simulação é impressionante, uma vez que o cão não sabe que se trata apenas de um teatro. Reparem nos olhos vigilantes do cão Pegasus (um Pastor Belga de Malinois) ainda dentro da viatura.

 photo CAN013a_zpsfd5372b4.jpg

 photo CAN014a_zps33b59478.jpg

 photo CAN015a_zps5f0534ef.jpg

 photo CAN016a_zps0fc060c1.jpg

 photo CAN017a_zps88ecde24.jpg

Após a captura do suspeito, o cão retorna ao seu lugar na viatura.

 photo CAN018a_zpsc95dd6ed.jpg

 photo CAN019_zps88382f40.jpg

O Canil da PM trabalha com várias raças diferentes. A cadela Ira da raça Braco Alemão localizou recentemente um fugitivo em Itaquera.

 photo CAN020_zpsc11f94df.jpg

O gigantesco e simpático Guga, um Bloodhound especialista em faro. Cães como este são frequentemente empregados em operações conjuntas com a Polícia Civil, Polícia Federal, bem como em apoio ao GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais) e ao COE (Comandos e Operações Especiais).

 photo CAN021_zps1cee94f1.jpg

O Canil conta com uma clínica veterinária completa e equipada, possuíndo dois Oficiais Médicos Veterinários e auxiliares especializados, que atendem não só os cães da 3a Cia, mas também aos cães dos mais de vinte canis setoriais espalhados pelo Estado de São Paulo.

 photo CAN022_zpse2d3e418.jpg

Na entrada do Canil, a homenagem ao "Cabo Dick" e a todos os cães que já serviram no canil. A relação policial/cão é mais do que uma relação de trabalho. É uma relação de amizade para toda a vida, já que após sua baixa o cão vai passar uma merecida aposentadoria ao lado do soldado que sempre o conduziu.

 photo CAN023_zps08af998e.jpg

 photo CAN024_zps05925905.jpg

Não poderia finalizar esta matéria sem mencionar os filhotes do setor de Desenvolvimento em Reprodução Canina. Animais adoráveis como o da imagem abaixo, que resolveu experimentar o sabor da lente da câmera do autor do blog!

 photo DSC00025_zps414617d1.jpg

 photo DSC09710_zpsb03f402d.jpg

Abaixo vemos algumas das insígnias usadas pela 3a Cia/Canil.

 photo DSC09750_zps8cb915e7.jpg

Agradeço ao Cel PM César Augusto Luciano Franco Morelli - Comandante do Policiamento de Choque, ao Ten Cel PM Salvador Modesto Madia - Comandante do 4º Batalhão de Polícia de Choque, ao Cap PM Luna - Comandante da 3ª Cia/CANIL, ao 2o Ten PM Trigo, ao 2o Sgt William, ao Cb PM Nunes, ao Sd PM Silva Júnior, ao Sd PM Marchiori, ao Sd PM Pedro, ao Sd PM Cavalcante, a 1a Ten PM Tania Roldão - Oficial de RP do 4º Batalhão de Polícia de Choque, ao Coronel Paulo Adriano Telhada e ao amigo Milton Basile pela colaboração na elaboração desta matéria.

16 comentários:

  1. Esta é uma maneira de manter viva a memória de todos os homens e cães que integraram o Canil PM.
    Hoje temos esta ferramenta fantástica chamada internet e podemos divulgar o trabalho dos policiais e seus cães para todo mundo.
    Parabéns a todos que já formaram o binômio homem-cão.

    ResponderExcluir
  2. Sou apaixonado por cachorros,tanto q fiz o curso de cinotecnia e não vejo a hora de sair minha tão esperada vaga pro Canil da G.C.M.

    ResponderExcluir
  3. Pessoas como voces nos enchem de orgulho!

    ResponderExcluir
  4. graças a deus pssei alguns dias no canil central,em 2004 conclui o estagio de cães farejadores.e presenciei a tamanha dedicação,dos guerreiros que serve nessa unidade,do mais moderno ao mais antigo.canil central realmente é a referência para todo brasil. obrigado pela oportunidade.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia caro amigo gostaria de saber se vocë teria alguma materia ou assunto a respeito de quanto custa um cao do canil PM para o Est. de Sao Paulo. Estou prescisando destas informacoes caso tenha poderia me enviar. fico grato sou Classe Distinta da Guarda Civil Metroplitana- Canil

    ResponderExcluir
  6. parabens a todos homens mulheres e caes da policia militar

    ResponderExcluir
  7. è possivel um civil participar de treinamentos para cães pastor alemão no canil da força pública? Gostariatambém de saber seseria possivel adquirir um animal do canil?

    ResponderExcluir
  8. queremos que vcs visitem nossa escola e nosso blog temos um projeto relacionado a animais abandonados e violência dentro e fora da escola
    nossa região é muito problemática, a presença de vcs e seus cachorros-policiais iria inriquecer nosso projeto e sensibilizar nós alunos.O evento será 09/11/13 dás 08:00 ás 15:00, aqui está o link do nosso blog:http://www.megaescolamegaalunos.blogspot.com.br/.Se vocês vierem poderam dar a chance de uma vida melhor a toneladas de cães abandonados, pensem muito nisso.

    ResponderExcluir
  9. parabenizo com muito respeito o trabalho de toda a nossa policia militar e principalmente a que trabalha com caes adrestrados maravilha e sem duvida um exemplo que deve ser seguido em todo terretorio aqui fica minha gratidao a todos muito obrigado

    ResponderExcluir
  10. É gratificante, que nossa sociedade, possa contar com cães e homens preparados, vejam; a Polícia Militar do nosso Estado, pode ser considerada uma das melhores organização da América do Sul e referência internacional. Com um contingente de CEM MIL homens e mulheres, nos oferecem muita segurança, não podem fazer mais em virtude das Leis protetoras, que favorecem os fora da lei. Mas sabemos que a PM cumpre com sua obrigação, agindo conforme os ditames da nossa CF. Parabéns Canil da PM, continuem suas árduas missões e nós estaremos sempre com vocês.

    ResponderExcluir
  11. realmente esse trabalho eh maravilhoso...gostaria de tirar uma duvida. ha alguns anos atras eu assisgi uma apresentacao desses caes em uma escola de ed infantil. Hoje trabalho em uma, e gostaria de saber se ainda eh realizado essas apresentações e como faço pra solicitar.... desde ja agradeço

    ResponderExcluir
  12. olá! parabéns pelos serviços prestados...

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde! À muitos anos eu aprecio o trabalho do policiamento da gloriosa Policia Militar e do canil; atualmente acompanho o treinamento dos cães (Anubi; Barão) e outros na TV no Animal Planet; se possível eu ficaria muito grato em visitar o canil e assistir um treino dos cães heróis.Muitos anos passados eu atravessava por dentro da academia do Barro Branco, até Sta Ines; inclusive eu fiz treino de incêndio p/ Bombeiros cívil na pista do CB, e disputei vários torneio de futebol de salão c/ os policiais militares.Eu tenho uma Rotweiller de 8 meses; ela é bastante esperta. obrigado JR

    ResponderExcluir