quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Brasão da Polícia Militar de São Paulo, 56 anos

Trago aos leitores do blog um pequeno estudo sobre as origens e formas do Brasão da Polícia Militar de São Paulo, brasão que este ano completa 56 anos desde que foi criado em 1958 por um tenente da Força Pública.

Recentemente alguns desinformados propuseram modificar o brasão, alegando insensatos motivos de fundo político. Não é a primeira vez que atentam contra os símbolos paulistas - no passado uma prefeita propôs a alteração do listel NON DVCOR DVCO para "São Paulo para todos". Não passou. Nem vão passar.
Os paulistas no entanto devem estar sempre vigilantes. Por aqui sempre estaremos!

--------------

Em 15 de dezembro de 1958, foi apresentado ao Governador do Estado o projeto que foi convertido em decreto dois dias depois, criando o brasão de armas da Força Pública de São Paulo. A concepção foi do 1o Tenente Olavo Soares - vemos abaixo raros rascunhos do estudo artístico do brasão.

 photo B000_zpsba68e324.jpg

Abaixo a versão aprovada do brasão em uma belíssima peça de presenteação dos anos 60 - que era entregue como homenagem a personalidades civis e militares. A simbologia heráldica do brasão tem os seguintes significados:

Metais - O ouro simboliza riqueza, força, fé, pureza e constância. Na prata estão representadas inocência, candura e lisura. Esmaltes - O vermelho significa valor, intrepidez, ânimo valoroso, espírito decidido e guerra. O azul é a cor da majestade, nobreza, serenidade e formosura. A ciência, modéstia, abundância, fertilidade e estoicismo vem representados pelo preto.

 photo B001_zps8618a6a8.jpg

As dezesseis estrelas, símbolos de vitória,  representam:

  1ª ESTRELA - 15 de dezembro de 1831, criação da Milícia Bandeirante;
  2ª ESTRELA - 1838, Guerra dos Farrapos;
  3ª ESTRELA - 1839, Campos dos Palmas;
  4ª ESTRELA - 1842, Revolução Liberal de Sorocaba;
  5ª ESTRELA - 1865 a 1870, Guerra do Paraguai;
  6ª ESTRELA - 1893, Revolta da Armada (Revolução Federalista);
  7ª ESTRELA - 1896, Questão dos Protocolos;
  8ª ESTRELA - 1897, Campanha de Canudos;
  9ª ESTRELA - 1910, Revolta do Marinheiro João Cândido;
10ª ESTRELA - 1917, Greve Operária;
11ª ESTRELA - 1922, "Os 18 do Forte de Copacabana" e Sedição do Mato Grosso;
12ª ESTRELA - 1924, Revolução de São Paulo e Campanhas do Sul;
13ª ESTRELA - 1926, Campanhas do Nordeste e Goiás;
14ª ESTRELA - 1930, Revolução Outubrista-Getúlio Vargas;
15ª ESTRELA - 1932, Revolução Constitucionalista;
16ª ESTRELA - 1935/1937, Movimentos Extremistas.

O escudete encerra as cores da Bandeira Paulista e o leão passante é símbolo da majestade, soberania, autoridade, vigilância e bravura. Ao empunhar o sabre representa ainda a justiça, nobreza, poder conspícuo e longevidade. Com as figuras de Jorge Velho e do soldado de milícia homenageia o passado da corporação.
O listel caracteriza um dever sempre cumprido: LEALDADE E CONSTÂNCIA!

 photo B002_zpsbdc2ccfc.jpg

 photo B003_zps0023b942.jpg

 photo B004_zpsf743c1d5.jpg

 photo B005_zps8cd3134e.jpg

 photo B006_zpsd3b43e10.jpg

 photo B007_zpsea5da8de.jpg

Na imagem abaixo a versão desenhada do brasão usada nos antigos capacetes da PM.

 photo B008_zps2663877a.jpg

Nas próximas imagens, a versão mais atual do brasão, bordada em tecido, com duas estrelas a mais, o Leão em posição "rampante" além do bandeirante e miliciano em posição de sentido. As estrelas significam:

17ª ESTRELA - 1942/1945, 2ª Guerra Mundial;
18ª ESTRELA - 1964, Revolução de Março.

 photo B009_zps1ea383e5.jpg

 photo B010_zps9c7f7fbf.jpg

 photo B011_zps855aebe1.jpg

 photo B012_zps742e8a06.jpg

 photo B013_zps339e15f1.jpg

 photo B014_zpsfa19ac12.jpg

Nas imagens seguintes, diversas aplicações do brasão da Polícia Militar em fivelas de cintos e abotuaduras. Reparem no uso das duas versões do brasão de acordo com a antiguidade da peça.

 photo B015_zpsc9d43800.jpg

 photo B016_zpsafb6e045.jpg

 photo B017_zps2db8a413.jpg

 photo B018_zpsa629112a.jpg

Termino esse pequeno estudo com o brasão em forma de mosaico que está instalado do páteo do Quartel da Luz na cidade de São Paulo.

 photo B019_zpscfede318.jpg

BIBLIOGRAFIA: História da Força Pública, Capitão Luiz Sebastião Malvasio, dezembro de 1967.

3 comentários:

  1. Muito Bom o post, mas tenho uma duvida, quem são os dois militares deste brasão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Representam um bandeirante e um membro da milícia paulista.

      Excluir
  2. Sou MAJOR Infantaria daAer, estudioso de História Geral, em especial do Brasil, com ênfase para o EstS.Paulo, entre as quais a origem da antiga Milicia Band, em 15 -12-1831,FP e PMsuas epopeias...gostaria de saber mais sobre a particp da FP na Guerra de Canudos,a qual já estudei muito.
    AVANDELINO SANTANA- avandesan@yahoo.com.br

    ResponderExcluir